quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Governo do DF: O Triste enredo de filme de terror


16.01.2013

Governador Agnelo ainda não conseguiu se livrar de seus fantasmas nestes dois anos à frente do GDF. O "fantasma" Arruda, ainda é um nome que atormenta o petista. Governador Agnelo ainda não conseguiu se livrar de seus fantasmas nestes dois anos à frente do GDF. O "fantasma" Arruda, ainda é um nome que atormenta o petista. (Foto Montagem: Jean Paul/Guardian Notícias)
Passados dois anos, o “Novo Caminho” ainda usa o velho e batido termo “herança maldita” para justificar as mazelas que afetam o Distrito Federal. Agnelo e sua trupe ainda não conseguiram honrar os votos da população.

Pelo jeito Agnelo Queiroz, Filippelli e o PT, quando falam em herança maldita, reproduzem um verdadeiro enredo de filme de terror, onde o sujeito recebe de herança uma casa mal assombrada, mas para poder vendê-la, tem que passar uma noite dentro dela.

Pelo cenário atual, certo mesmo é que até agora, nem o governador e nem sua equipe se dispuseram a passar a tal noite dentro da casa mal assombrada, no caso o Distrito Federal, preferindo “dormir” noites e noites em Buenos Aires, Cingapura ou em outras “casas” badaladas.


Nesse enredo de filme de terror, parece que o fantasma é o mocinho. Esse “fantasma” que habita a “casa mal assombrada” recebida por Agnelo, em herança pelos votos dos cidadãos do DF, continua sendo idolatrado pela população e tem o nome de Arruda.

O governador Agnelo ainda não conseguiu espantar os seus fantasmas. A verdade é que a “casa mal assombrada” está correndo o sério risco de desabar, sem que ao menos os herdeiros a tenham visitado. 

Por João Zisman, Odir Ribeiro e Ricardo Faria
FONTE:http://radiocorredor.com.br/
POSTADO POR:JosenY - CRCS/PMDF
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial