quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Distritais voltam ao trabalho




» ALMIRO MARCOS
06/02/2013 04:00
Ex-parlamentares que ocuparam vagas na Casa de 1991 a 1994 foram homenageados em sessão solene na tarde de ontem (Roberto Barroso/GDF)
Ex-parlamentares que ocuparam vagas na Casa de 1991 a 1994 foram homenageados em sessão solene na tarde de ontem

Os deputados distritais retomaram os trabalhos oficialmente ontem, mais de 50 dias depois do início do recesso parlamentar. A primeira sessão tendo à frente a nova Mesa Diretora foi de homenagens aos parlamentares da legislatura pioneira da Câmara (1991-1994) e também de prestação de contas do governador Agnelo Queiroz (PT), que fez um balanço de seus dois anos de administração. Ainda que não tenham ocorrido votações, a presidência da Casa já está preocupada em definir a pauta para os próximos dias, já que existem cerca de 15 projetos do Executivo à espera de análise desde o ano passado. Mas antes de pensar em votar, ainda é preciso definir a chefia das nove comissões permanentes.

Está marcada para hoje um reunião do Colégio de Líderes que definirá os assuntos mais importantes. O presidente da Mesa Diretora, Wasny de Roure (PT), disse que vai tentar um acordo para escolher os presidentes na sessão de amanhã. Mas ele próprio acha difícil, já que existem muitas negociações entre parlamentares e blocos. Há uma intensa disputa pelas comissões mais importantes, como Economia, Orçamento e Finanças, Constituição e Justiça e Assuntos Fundiários. “O mais provável é que essa definição ocorra na primeira semana depois do carnaval”, disse o presidente.

Entre as propostas do Executivo na fila estão o Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico, a Lei de Uso e Ocupação do Solo e um projeto de redução nos impostos da querosene usada na aviação. O governador Agnelo Queiroz, que esteve ontem na Câmara, destacou esse último assunto. O Executivo não deve ter dificuldade em aprovar os projetos de seu interesse, como ocorreu nos dois últimos anos. Aliás, na prestação de contas, Agnelo Queiroz destacou a importância dos parlamentares na votação de temas que ele considera relevantes e até estruturantes para o DF. Nesse grupo estão o Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot) e o Plano Diretor de Transporte Urbano (PDTU). “Só estamos avançando na licitação porque o PDTU acabou aprovado pela Câmara, que foi nossa grande parceira”, disse o governador.

Eleito distrital na 1ª legislatura, Agnelo foi um homenageados ontem, tendo recebido um diploma de honra ao mérito. Outros dois colegas daquela época também se tornaram governadores: José Ornellas e Maria de Lourdes Abadia. Um assumiu vaga de deputado federal e hoje ocupa a Secretaria de Habitação: Geraldo Magela. Outro secretário do atual governo é Cláudio Monteiro, hoje na Secretaria Extraordinária do DF para a Copa do Mundo. O atual presidente da Câmara também foi representante daquele primeiro grupo e é o último dos deputados remanescentes, já que Benício Tavares, também eleito em 1991, foi cassado em 2011.

Pioneiros

Integrantes da 1ª Legislatura 
(1991-94)

Agnelo Queiroz (PCdoB)
Aroldo Satake (PPB)
Benício Tavares (PTB)
Carlos Alberto (PPS)
Cláudio Monteiro (PDT)
Edimar Pireneus (PMDB)
Eurípedes Camargo (PT)
Fernando Naves (PPB) — in memorian
Geraldo Magela (PT)
Gilson Araújo (PPB)
Jorge Cauhy (PMDB) — in memorian
José Edmar (PMDB)
José Ornellas (PL)
Lúcia Carvalho (PT)
Manoel de Andrade (PMDB)
Maria de Lourdes Abadia (PSDB)
Maurílio Silva (PTR)
Padre Jonas (PSD) — in memorian
Pedro Celso (PT)
Peniel Pacheco (PSDB)
Rose Mary Miranda (PMDB) 
Salviano Guimarães (PFL)
Tadeu Roriz (PPB)
Wasny de Roure (PT)

Suplentes
Cícero Miranda – PFL
Danton Nogueira – PPB
Odilon Aires – PMDB
fonte:http://impresso.correioweb.com.br/app/noticia/cadernos/cidades/2013/02/06/interna_cidades,71887/distritais-voltam-ao-trabalho.shtml
postado por: joseny candido - crcs/pmdf
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial