quarta-feira, 24 de abril de 2013

Guerra nas redes sociais: A cisne e o coice do jegue.




A deputada distrital Liliane Roriz (PSD), que também é presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa do DF, visitou a UTI neonatal do hospital Regional de Ceilândia. Localizada na cidade satelite de Brasília, havia sido fechada, no último dia 13, devido ao surto de infecção da bactéria Serratia, que levou 8 bebês a óbito. A parlamentar, sensibilizada com as mortes, comentou o descaso com a saúde no Distrito Federal.

O governador Agnelo Queiroz avaliou a visita da deputada dizendo: "Uma deputada entende de bactéria, assim como um jegue entende de religião."

A deputada se queixou do tratamento dado aos parlamentares e disse:  "Lamento profundamente que o governador Agnelo, neste momento em que oito mães perderam seus filhos na UTI do Hospital de Ceilândia, não tenha sensibilidade para encontrar uma solução para mais este grave problema na saúde do DF."

E foi além: "Ele tem como prioridade o investimento de R$ 1,2 bilhão em um estádio, enquanto um surto de bactéria fica sem combate por falta de investimento. Entendo de religião e sou sensível às questões da saúde, principalmente, quando ela falha com a vida dos mais humildes."

Vale a pena lembrar que a deputada Liliane Roriz foi criada frequentando fazendas da família. Conhece bem atitudes de jegues pangarés. Aprendeu como se livrar de coices. As redes sociais saíram em defesa da parlamentar, demostrando a alta rejeição a Agnelo comprovada em pesquisas encomendadas pelo Palácio do Planalto.

Joseny Cândido 2542013
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial