quinta-feira, 25 de abril de 2013

Politica:Simon chama Dilma de “política vulgar”.




O senador Pedro Simon (PMDB-RS) fez críticas duríssimas à movimentação do governo para aprovar o projeto de lei que inibe a criação de novos partidos e atacou frontalmente a presidente Dilma Rousseff.

 “A presidenta está começando a perder a credibilidade. Já se está começando a se ver que ela é uma política vulgar”, afirmou Simon. O parlamentar gaúcho comparou a manobra do governo ao Pacote de Abril, com o qual o regime militar e seu partido, a Arena, criaram os senadores biônicos. “Este é o pacote de abril. Meus amigos do PT, foi com esse pacote de abril que a Arena criou o senador biônico e tudo o mais.

 A Arena implodiu. O PT está caminhando no caminho da implosão.A senhora presidente, que tinha prestígio, respeito, credibilidade, vai ver para onde vai baixar o seu prestígio, quando ela se identificar com o que tem de mais triste, de mais infeliz, de mais vulgar na política brasileira. Ela, que eu respeito”, discursou Simon. 

“Agora, liberam tudo para evitar a dona Marina e para evitar o candidato do PSB?”, afirmou Simon, ao lamentar que os senadores do PT tenham sido enquadrados pelo Palácio do Planalto para votar a favor da medida. No plenário do Senado, o parlamentar ainda fez menção ao aumento da inflação, à má gestão da Petrobras e à elevação dos juros.

 Discursou Simon: “Agora não é só a inflação de mentirinha, que não é de mentirinha. Não é só a Petrobras, que era uma das maiores empresas do mundo, e eles não explicam porque a Petrobras está se esvoaçando de uma maneira terrível.Não são só os juros, que a gente achava uma maravilha baixar, e, de repente, começa tudo de novo”.


Joseny Cândido 2542013
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial