sábado, 27 de abril de 2013

SIM: Eleições na Câmara Distrital : A chave dos dossiês.




O vice-presidente da Câmara Distrital, Agaciel Maia, tem ao menos um amigo em comum com o governador Agnelo Queiroz. O conhecido soldado general 4 estrelas, João Dias Ferreira.


O dossiê, que revela possíveis crimes realizados por Agaciel Maia, na campanha de 2010, está sobre a mesa do procurador eleitoral do Ministério Público Federal.


João Dias coordenou a campanha de Agaciel e amealhou documentos. E, agora, procurou o Ministério Público, após o deputado ter se recusado a fazer emendas que beneficiacem o soldado.


O militar disse ter recebido de Ageciel Maia pagamentos em dólar, que usou para comprar um carro marca BMW Z4. A compra foi feita e a documentação do veículo focou em nome de um funcionário de confiança do gabinete de Agaciel.


O soldado também disse ter entregue documentos, que comprovam fraudes na eleição de 2010. O deputado negou ter cometido ilegalidade na campanha.


Mas, o soldado disse ter entregue todos os documentos ao MP. O carro BMW Z4 foi retirado de uma agência de automovél no Lago Sul, em Brasília, bairro nobre da capital.


O pagamento foi feito uma parte em dólar e outra em real. João Dias tem, na garagem de sua casa, o carro que está em nome de um assessor de Agaciel. O soldado também registrou a compra do carro e o funcionário dizendo que seu nome só poderia ficar emprestado por pouco tempo.


No Detran-DF, o documento consta, hoje, em nome do irmão do assessor do deputado. E está comprovado, com recibo e documento do Detran, o carro comprado em nome do assessor de Agaciel Maia.


Esta coluna se comprometeu a divulgar o dossiê, mas o MP não libera para investigar o deputado e tirar todas as dúvidas da acusação feita por João Dias.


O dossiê, que fala também da deputada Eliana Pedrosa, curiosamente, também foi entregue por João Dias a uma ex-assessora da deputada.


Agora, uma verdade é certa, João Dias sempre esteve aliado ao governador Agnelo Agnelo Queiroz, com a indicação de Wasnir  de Roure para a cadeira no TCDF.


A intenção de Agnelo é fazer um petista presidente da casa. Aí, pode estar a chave do dossiê. O desgaste do candidato natural Agaciel Maia e da candidata de oposição Eliana Pedrosa.  

JOSENY CÂNDIDO 2842013
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial