quinta-feira, 27 de junho de 2013

ACUSADO DE EMPRESTAR CARRO PARA CRIME VAI A JÚRI

ACUSADO DE EMPRESTAR CARRO PARA CRIME VAI A JÚRI

por SB — 27062013

Pouco mais de cem dias após o crime, um homem vai a júri popular responder pela acusação de emprestar seu carro para que um outro matasse um rapaz. Segundo a sentença de pronúncia, há indícios de que ele tinha ciência da intenção criminosa. O julgamento será realizado no Tribunal do Júri de Brasília, nesta sexta-feira, 28/6, a partir das 9h.
Eliomar Andrade Rocha, 27 anos, teria declarado na delegacia que emprestara o carro para Edson Farias de Jesus, 32 anos. Em juízo, tentou retratar-se, mas “não forneceu justificativa coerente para afastar os indícios de que teria emprestado o veículo para Edson, ciente das intenções deste”, explica a decisão que determinou seu julgamento.
Edson recorreu da pronúncia e o processo foi desmembrado em relação a ele. Ainda não há data prevista para seu julgamento. Ele é acusado de matar o rapaz supostamente para vingar a morte de seu irmão. O crime aconteceu na Estrutural, no dia 13 de março deste ano. De acordo com a sentença de pronúncia, a vítima foi surpreendida quando saía de casa, “tendo sido alvejado com 13 disparos nas costas”.
Os dois réus foram pronunciados 77 dias após o crime, para responder perante júri popular. Edson por homicídio qualificado por motivo torpe e praticado mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e por porte ilegal de arma de fogo (art. 121, § 2º, inciso I e IV, do Código Penal e art. 14, caput, daLei 10826/2003) e Eliomar por participação no crime e posse irregular de arma de fogo (art. 121, § 2º, inciso I e IV, c/c art. 29, ambos do Código Penal e art. 12 da Lei 10.826/2003), pois um carregador de pistola e um estojo de munições foram apreendidos em seu quarto. Ambos os réus estão presos.
Processo nº 2013.01.1.033073-8

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial