segunda-feira, 19 de agosto de 2013

LEWANDOWSKI OU CHICANOVSKI?

LEWANDOWSKI OU CHICANOVSKI?




Lewandowski:  “Presidente, nós estamos com pressa do quê? Nós queremos fazer justiça”.
Joaquim Barbosa: “Nós queremos fazer nosso trabalho. Não chicana, ministro”.
Lewandowski: “Vossa Excelência está dizendo que estou fazendo chicana? Eu peço que Vossa Excelência se retrate imediatamente”.
Joaquim Barbosa: “Não vou me retratar, ministro”.

De chicana em chicana, o país vai se perdendo no lodo que essa turba adora espalhar por toda nossa democracia embotada e desbotada. 
O nível de civilidade do país está descendo ladeira abaixo numa escala vertiginosa e vem alguém reclamar que  não há pressa em salvar o país do abismo em que nos meteram.
É preocupante que os membros mais cordatos do STF, se deixem levar pela manobras protelatorias desse ministreco (chicanovski), insignificante, e voltem a avaliar votos e decisões adotados, por unanimidade, durante a primeira fase do julgamento, inclusive, do próprio, que em nada se opôs e seguiu o entendimento da maioria .

Por isso, o Ministro Joaquim Barbosa, chamou a atencão:  “Esta não é hora para arrependimento, Ministro” e lhe passou uma descompostura!
Só ignorantes e mau intencionados acreditam nessa justiça manca, cega e torta para o lado esquerdo. Ninguém acredita que ela pode fazer-se presente e atuante em meio às turbulências institucionais que estamos enfrentando. Numa época de governo coalhado de pilantras não é de assustar que a ausência completa de diretrizes institucionais defendendo nossa democracia resulte em quebra-quebras nos grandes centros urbanos do país. Estamos a um passo do Egito, meus caros amigos.
Um Juiz não podem agir como se fosse advogado de defesa do réu! Acho até que em vez do Tomas Bastos embolsar os 15 milhões que não mereceu ganhar, deveria repassa-los como prêmio para o Lewandowski, ilustre merecedor por seus justos e, mais do que evidentes, esforços na defesa dos réus e do PT!
Enrique Ricardo Lewandowiski já é o homem a ser reconhecido nas ruas sem a toga. Será apontado pelo dedo das pessoas de bem, que estarão se perguntando como pôde ser tão servil, tão impróprio a função que um dia jurou servir a troco sabe-se lá do quê, mas certamente, da seita lulopetista. Essa seita é a chaga que assola o Brasil com o seu completo desrespeito as instituições democráticas.

Fonte: Coluna de Augusto Nunes.http://cironovaesfernandes.blogspot.com.br/

JOSENY LOPES 19082013

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial