quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Um bosta fácil de ser anulado. Lins da Terracap sobre Agnelo

Um bosta fácil de ser anulado. Lins da Terracap sobre Agnelo

 por José Seabra 
Foto: Arquivo Notibras
Foto: Arquivo Notibras

É difícil ver a assinatura de Agnelo Queiroz por aí. Mas, quando menos se espera, as digitais do governador aparecem. E, como se nada valessem, são rasgadas e jogadas na cesta do lixo.
Foi assim que aconteceu, por exemplo, na Terracap – Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal. Outro caso envolveu Luiz Pitiman, então secretário de Obras. Mas esse ficou para trás.
O que conta hoje é que, inconformado com uma série de desmandos verificados na área de Publicidade daquela Agência, o governador assinou de próprio punho ofício dirigido a Antônio Carlos Lins, presidente da estatal.
Mandava que fosse demitido Otávio Tatá Veríssimo, gerente da área de Comunicação Social. Mas, depois de ouvir o assessor, Lins sorriu, leu mais uma vez a ordem, rasgou o papel e deu a lixeira como destino. E mais: Agnelo pedia que o processo de demissão tramitasse em regime de urgência para o bem do Distrito Federal.
O episódio se deu no ano passado, e ficou por isso mesmo. O alvo saiu há um mês, por conta própria, após contar tempo para engordar a aposentadoria. O ofício foi redigido por Cláudio Monteiro, hoje secretário da Copa e então chefe de Gabinete do governador. No anexo, ia a indicação do jornalista Jair de Farias para substituir Tatá Veríssimo.
- Agnelo é um merda, um bosta que não fede nem cheira. Ele quer mandar em tudo, sem respeitar os acordos de campanha, mas é fácil de ser anulado, desabafou Lins ao recusar atender a determinação do governador.
Mais recentemente, Lins, que tem gente da equipe supostamente envolvida com o escândalo de vendas de terras investigadas pela Polícia Federal, colocou para fora do seu gabinete o secretário de Publicidade Abimael Nunes, homem de confiança do governador.
- Trato é trato. Fizemos um acordo de partilhas na campanha eleitoral e aqui quem manda sou eu. Se o Agnelo quiser, que vá mandar em outras plagas, teria dito Lins ao expulsar Abimael da sede da Terracap.
O governador está disposto a fazer algumas mudanças na equipe. A mexida vai de secretários a administradores, passando por dirigentes de estatais. Se Agnelo não for o bosta que Lins diz ser, o presidente da Terracap com certeza estará entre os demitidos.
JOSENY 07082013
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial