quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Secretário atribui aumento de violência no DF a ação de menores

05/02/2014



Secretário atribui aumento de violência 



no DF a ação de menores


Atuação de adolescentes dificulta trabalho da polícia, diz Sandro Avelar.
Segundo ele, infratores retornam para a rua e praticam novos crimes.

Do G1 DF

O secretário Sandro Avelar ao lado do presidente da OAB/DF, Ibaneis Rocha, em reunião sobre violência no DF (Foto: Ricardo Moreira/G1)O secretário Sandro Avelar ao lado do presidente da OAB/DF, Ibaneis Rocha, em reunião sobre violência no DF (Foto: Ricardo Moreira/G1)
O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar, disse que o aumento da violência na capital federal ocorre por causa da ação de menores infratores. Segundo ele, a legislação brasileira permite que os adolescentes retornem às ruas rapidamente e voltem a cometer crimes.
“Muito do que passa pela segurança pública no DF são problemas que passam pela legislação. Sofremos aqui com essa legislação branda que permite que menores cometam crimes bárbaros e continuem inflacionando os números, muitas vezes dificultando a atuação das autoridades policiais”, diz Avelar.
A afirmação do secretário ocorreu durante reunião das forças de segurança do DF com parlamentares da bancada do DF na Câmara dos Deputados, na tarde desta terça-feira (4). Entre os presentes estavam os senadores Rodrigo Rollemberg e Cristovam Buarque, o deputado federal Luiz Pitiman, o diretor-geral da Polícia Civil, Jorge Xavier, e o presidente da OAB/DF, Ibaneis Rocha.
A reunião foi uma iniciativa de Rollemberg depois do aumento na criminalidade no DF no último mês. No fim de semana, a capital registrou 11 homicídios em 48 horas.
Até o dia 30 de janeiro, o número de assassinatos no DF havia subido 38,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Segundo a SSP, 68 homicídios haviam sido registrados no DF entre o dia 1º e a manhã do penúltimo dia do mês, 19 a mais que nos 31 dias do mesmo mês de 2013.
Um dos motivos apontados pela SSP para o aumento da criminalidade foi a operação tartaruga, deflagrada pela Polícia Militar desde outubro do ano passado. Os policiais diminuíram a atuação em reivindicação por reajuste salarial, reestruturação da carreira e pagamento de benefícios a PMs em atividade e policiais reformados.
Na sexta-feira (31), o governador Agnelo Queiroz reuniu a cúpula da segurança pública do DF para pedir que eles cobrem da tropa o cumprimento das atividades. Também entre as medidas para diminuir a sensação de insegurança, ficou determinado que os oficiais iriam as ruas, atuando junto à população e fiscalizando as atividades dos praças.
No mesmo dia, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que o governo federal poderá ajudar no combate à violência no Distrito Federal caso haja um pedido formal do governador.
Fonte:http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2014/02/secretario-atribui-aumento-de-violencia-no-df-acao-de-menores.html
SGT JOSENY LOPES 05022014
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial