sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Sheherazade se defende após declarações polêmicas: "Sou do lado do bem"

Sheherazade se defende após declarações polêmicas: "Sou do lado do bem"A âncora do SBT causou polêmica ao expor opinião sobre jovem que foi amarrado nu a um poste, no Rio de Janeiro

 08/02/2014

Rachel Sheherazade  (SBT/Divulgação)
Rachel Sheherazade

A apresentadora Rachel Sheherazade  foi a público justificar o polêmico comentário sobre o jovem que foi amarrado a um poste no Rio de Janeiro. "Sou do lado do bem. Jamais defenderia a violência. O que fiz não foi defender a atitude dos justiceiros. Defendi o direito do cidadão de se defender. Não se pode confundir o direito de se defender com a barbárie, a violência pela violência", disse, lembrando dos que estão reféns à própria sorte. A argumentação foi feita durante SBT Brasil na noite de quinta-feira (6/2), jornal que Rachel apresenta ao lado de Joseval Peixoto. Ela aproveitou o espaço para se pronunciar sobre o caso.


O jornal destacou que o assunto foi o mais comentado nas redes sociais e dividiu opiniões. “Quando o apresentador fala é a opinião dele, exercendo a liberdade de expressão”, disse o colega de bancada de Rachel, ao destacar que existe uma confusão entre o que dizem os apresentadores e a linha editorial do SBT.



Após a declaração de Rachel, Joseval disse: “O Brasil te admira. Uma mulher com filhos, cristã, de opiniões fortes, dura”.



Para rebater as acusações, a jornalista disse que apenas "defende o direito da população se defender, enquanto o Estado é omisso". Rachel Sheherazade usou o Twitter para agradecer o apoio de muito colegas e disse que não vai se calar. O PSol entrou com uma ação contra a jornalista. O argumento do partido é que Rachel estaria incitando a violência, mesmo que seja contra um bandido.



O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Comissão de Ética divulgaram uma nota de repúdio contra a “grave violação de direitos humanos e ao Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros” representada pelas declarações de Rachel no Jornal do SBT.

 (Twitter/Divulgação)


Leia a declaração de Rachel Sheherazade na íntegra:
“O marginalzinho amarrado ao poste era tão inocente que, ao invés de prestar queixa contra seus agressores, preferiu fugir antes que ele mesmo acabasse preso. É que a ficha do sujeito está mais suja do que pau de galinheiro.


No país que ostenta incríveis 26 assassinatos a cada 100 mil habitantes, que arquiva mais de 80% de inquéritos de homicídio e sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível. O Estado é omisso, a polícia é desmoralizada, a Justiça é falha. O que resta ao cidadão de bem que, ainda por cima, foi desarmado? Se defender, é claro.



O contra-ataque aos bandidos é o que chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite. E, aos defensores dos Direitos Humanos, que se apiedaram do marginalzinho preso ao poste, eu lanço uma campanha: faça um favor ao Brasil, adote um bandido”



Relembre as polêmicas da jornalista:



Não é a primeira vez que o ponto de vista de Rachel ganha repercussão na mídia em geral. Os posicionamentos da jornalista dividem opiniões. Muitos apóiam a atitude da comunicadora, outros que ela fala demais, ou não segue a ética jornalística



Em 2011, quando ainda trabalhava na TV Tambaú, afiliada do SBT na Paraíba, Raquel Sheherazade chamou atenção ao criticar o carnaval no país, dizendo que a festa é elitizada e é destinada para o público rico.



Quando o atua Papa veio ao Brasil, a âncora criticou ateus ao afirmar em um comentário que “eles não sabem o que dizem” quando um grupo de pessoas quis fazer um debate coletivo na chegada do líder católico.



Em 2012, ela disse que “ateus não tinham o que fazer” quando pediram para que a frase “Deus seja louvado” fosse retirada das cédulas do real. Ainda nessa ocasião, Raquel argumentou que ateus são contra o ensino religioso e a utilização ou exposição de artigos religiosos em repartições públicas.



Em 2013, um grupo de funcionários da emissora SBT teria feito um abaixo-assinado dizendo que a âncora não os representava. E, ainda no ano passado, Raquel Sheherazade gerou polêmica por ser a favor de testes cosméticos em animais.

Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2014/02/07/interna_brasil,411704/sheherazade-se-defende-apos-declaracoes-polemicas-sou-do-lado-do-bem.shtml
SGT JOSENY LOPES 08022014

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial