quarta-feira, 12 de março de 2014

PM vê crime militar em grupo de concurseiros e prende responsável por post

PM decide manter em liberdade militar que fez post suspeito em rede socialSegundo a assessoria da Polícia Militar, o coronel reavaliou as causas e viu que a prisão não era necessária


Após a corregedoria militar decretar a prisão preventiva de 30 dias para o cabo da Polícia Militar que fez um post suspeito em uma rede social, o coronel da corregedoria Silvaldo Florencio decidiu não prendê-lo. 

Segundo a assessoria da Polícia Militar, horas depois o coronel reavaliou as causas e viu que a prisão não era necessária. O suspeito responderá através de processo administrativo interno pelo suposto crime militar.



O cabo se apresentou na terça-feira (11/3) à corregedoria da corporação para se explicar sobre uma publicação em uma rede social. Em um grupo de concurseiros, ele postou: "Estudar, passar e ir embora sem olhar para trás". Ele afirmou que a frase era direcionada a recém aprovados no certame para soldados, além de ter escrito que existem cargos melhores no serviço público, que poderiam ser alcançados com o estudo. 

Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2014/03/12/interna_cidadesdf,417027/pm-decide-manter-em-liberdade-militar-que-fez-post-suspeito-em-rede-social.shtml


SGT JOSENY LOPES 12032014
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial