segunda-feira, 4 de agosto de 2014


Fernando Henrique Cardoso era e ainda é o nome mais expressivo do PSDB. 

Nunca foi populista, mas é um dos poucos estadistas que o Brasil conheceu. 

Finalmente, seu legado político e econômico começa a ser resgatado por seu partido que nos últimos 12 anos tem se mostrado incompetente como oposição. 

É preciso fazer justiça a FHC. Reconhecer, ainda que 20 anos depois, a paternidade da estabilidade da moeda e do crescimento econômico do Brasil. 

Nada disso seria possível se não fosse o Plano Real de Fernando Henrique. 

Antes dele, a inflação chegava a incríveis 2.700%. 

Passamos por uma sucessão de planos desastrosos, com congelamento de preços, confisco de poupança... Até que o então Ministro da Fazenda de Itamar Franco nos trouxe o Plano Real, que estabilizou a moeda, domou a hiperinflação e recuperou o crescimento econômico, estagnado há tantos anos. 

E apesar do pessimismo da então oposição (hoje situação), o Plano de FHC prevaleceu. 

O sucesso do Real, que dá frutos até hoje, é um tapa com luva de pelica para quem dizia que ele seria um “estelionato eleitoral”


Fonte:http://rachelsheherazade.blogspot.com.br/2014/03/o-legado-de-fhc.html

JOSENY LOPPES 04072014
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial