sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Dinheiro para Carnaval sim, para Saúde e outros nada.

GDF lança programação de carnaval e promete ‘apoio logístico’

Mil PMs vão reforçar patrulhamento; Metrô terá funcionamento estendido.
Em cerimônia, Rollemberg arriscou passos e tocou percussão com bloco.

Mateus RodriguesDo G1 DF
O governo do Distrito Federal lançou nesta sexta-feira (6) a programação oficial dos blocos de rua para o carnaval de 2015. As agremiações não vão receber dinheiro público, e recorreram ao financiamento de empresários para viabilizar a festa. Mais caro, o desfile das escolas de samba não conseguiu o investimento necessário e foi cancelado.
A cerimônia foi realizada no salão do Palácio do Buriti, e contou com a presença de blocos tradicionais como o Galinho de Brasília e a Baratinha de Ceilândia. Durante a apresentação de músicos do Asé Dudu, o governador Rodrigo Rollemberg arriscou passos de dança e batidas de percussão (veja vídeo acima).
“Quero fazer um profundo agradecimento a cada um de vocês que fazem a alegria do carnaval. Vocês sabem a dificuldade que nós encontramos, o que não permitiu que o governo apoiasse com recursos”, declarou Rollemberg.
O governador anunciou também uma parceria com o governo de Pernambuco, que enviará músicos da orquestra sinfônica para tocar no Galinho de Brasília. Segundo o diretor da Liga dos Blocos Tradicionais, Jean de Souza, cerca de 850 mil foliões são esperados para a festa.
Estrutura
O secretário de Turismo, Jaime Recena, anunciou reforços na estrutura urbana e de segurança durante a folia. “O GDF não apoiou financeiramente, mas não evitamos esforços para garantir a realização da festa. Assim como nos outros anos, vai acontecer com a maior segurança possível”, disse.

Entre a sexta-feira de Carnaval (13) e a terça-feira seguinte (17), o patrulhamento de rua será reforçado por 1 mil policiais militares por dia. A corporação vai utilizar 126 viaturas, 25 bases comunitárias móveis e 70 motos para ajudar no policiamento.
Nos mesmos dias, o Metrô funcionará em horário estendido, entre 6h e 2h. Na quarta-feira de Cinzas (18), o serviço retoma o funcionamento normal, até as 23h30.
Na área de saúde, o GDF anunciou um aumento de 40% na distribuição de preservativos aos foliões, graças a uma parceria com o governo federal. No total, 1,4 milhão de camisinhas devem ser entregues em postos de saúde, ONGs e blocos de rua. Seis postos de testagem de HIV/Aids e síflis serão montados em Ceilândia, Samambaia, Taguatinga, Gama, Santa Maria e Vila Planalto.
O Detran dará apoio no isolamento das áreas próximas à festa e na orientação de trânsito. Equipes do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) serão reforçadas para evitar o acúmulo de lixo. Vendedores ambulantes autorizados receberão equipamento para recolher a sujeira e entregar em postos definidos pelo governo.
Programação
A contenção de gastos levou a liga dos blocos a cancelar o Gran Folia, circuito percorrido pelas agremiações. Os blocos tradicionais – Asé Dudu, Baratinha, Baratona, Galinho de Brasília, Mamãe Taguá, Menino de Ceilândia, Pacotão e Raparigueiros – farão 16 apresentações pela capital. A programação pode ser conferida no site da Liga.

Cerca de 20 blocos independentes também animam a programação da capital desde o dia 25 de janeiro, com eventos de pré-carnaval. Cafuçu do Cerrado, Babydoll de Nylon, Concentra Mas Não Sai e Aparelhinho são alguns dos blocos previstos para os próximos dias no DF. Eles também receberão o apoio logístico do governo para garantir a segurança dos foliões.
Fonte:http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/02/gdf-lanca-programacao-de-carnaval-e-promete-apoio-logistico.html
SGT RR JOSENY
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial